Eventos
Startup Brasil: Demo Day reuniu startups e investidores em São Paulo

02 de dezembro de 2019
TEMPO DE LEITURA
5 MIN

São Paulo recebeu na última quarta-feira (27), das 14h00 às 20h00, o Demo Day da Turma 5 do Programa Startup Brasil, iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), com gestão operacional da Softex, execução do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e parceria com aceleradoras.

Realizado com o apoio o Department of International Trade (DIT-UK), da Investe São Paulo, da SP Negócios e da Prefeitura de São Paulo, o Demo Day integra a programação oficial da São Paulo Tech Week 2019, a maior semana de inovação e tecnologia da América Latina.

Além do balanço, a programação do Demo Day incluiu a apresentação para investidores de seis startups com maior grau de desenvolvimento: Autenticco, Meerkat, Saipos, Wari, Zeeng e iTeleport. Na oportunidade, outras 30 participantes do programa estarão reunidas em um espaço de matchmaking voltado para investidores, empresas e parceiros. Também foi promovida uma mesa redonda sobre internacionalização de startups.

Participaram do Demo Day da Turma 5, entre outros especialistas, Franklin Ribeiro, Head de Startups Ecosystem da Investe SP; Marc Penzel, Founder e COO do Startup Genome; e Chris Moore, especialista em tecnologia e inovação do Department of International Trade (DIT-UK), além de representantes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Consulado Britânico, BASF, ArcelorMittal, Makro, Sicoob e PhDSoft.

Para Otávio Caixeta, diretor de Ecossistemas Inovadores da Secretaria de Inovações e Comunicações do MCTIC, após meses de aceleração, os esforços das startups culminam no Demo Day. “Nessa sessão de negócios surgem muitas das oportunidades de investimento que nos trouxeram ótimas estatísticas: para cada R$ 1,00 investido pelo governo, o setor privado aporta cerca de R$ 8,00 nas startups do programa. E esses recursos são reinvestidos para gerar mais inovação e dinamizar nosso ecossistema”, explica.

“Esse é um momento muito importante pois, além de marcar o final do processo de aceleração da Turma 5, o Demo Day também contribui para fomentar o ecossistema de inovação do país ao conectar as startups aceleradas, investidores, parceiros e empresas para a prospecção de novos negócios e aportes de capital. Elas continuarão a integrar o portfólio do programa e a ter acesso aos benefícios e ao rol de parcerias firmadas”, destaca Diônes Lima, vice-presidente da Softex.

As startups da Turma 5 receberam R$ 8.454.500,00 de investimento público e, em contrapartida, captaram em apenas 15 meses de programa R$ 1,98 milhão com suas aceleradoras e R$ 8,35 milhões de fundos de investimentos variados – nacionais, internacionais, anjos, entre outros. Elas empregam 362 pessoas e registraram – entre setembro de 2018 e agosto de 2019 – um faturamento total de R$ 8,9 milhões.

Lançado em 2012, o Startup Brasil apoia empresas nascentes nacionais e internacionais com até quatro anos de existência e que desenvolvam produtos/serviços inovadores utilizando software, hardware ou serviços de TI.

O programa já executou cinco ciclos de aceleração – de 2013 a 2019 – apoiando 229 startups nas cinco turmas, oriundas de 19 estados e 13 países.

Perfil Turma 5
Ao longo do último ano, as 46 empresas integrantes da Turma 5 e provenientes de 14 Estados, trabalharam em parceria com 13 aceleradoras previamente qualificadas: ACE (São Paulo), Acelera Cimatec (Bahia), Acelera MGTI (Minas Gerais), Baita (São Paulo), Cesar.Labs (Pernambuco), FabriQ (Amazonas), Jump Brasil (Pernambuco), Outsource Brasil (Rio de Janeiro), Techmall (Minas Gerais), Ventiur (Rio Grande do Sul), Wave (Ceará), Wayra (São Paulo) e Wow (Rio Grande do Sul).

O grupo é composto de startups de segmentos variados entre eles, saúde, TI/Telecom, educação, finanças, varejo, agronegócio, energia, logística e transporte, mídia e comunicação, segurança e defesa, automotivo, eventos e turismo, moda e beleza.